‘É um mundo compartilhado onde você pode ser o pirata que quiser’ diz produtor de Sea of Thieves

Sea of Thieves será lançado em 2018 para Xbox One e PC e está na Brasil Game Show para que os visitantes possam experimentar o jogo e saber um pouco mais sobre a jogabilidade e temática do game. Nele, o jogador toma o controle de um pirata e pode se divertir ao se unir com outros piratas, navegar pelo oceano ou procurar por tesouros no mundo. O Meu Jogo entrevistou um dos produtores de Sea of Thieves, Jason Cross, que nos falou sobre qual o objetivo do jogo e sobre suas expectativas. Confira:

Jason Cross de Sea of Thieves na BGS 2017
Foto: Rodrigo Rosalinski

Sea of Thieves foi anunciado na E3 2016 para as plataformas da Microsoft e chamou atenção pelo mundo aberto que permitia diversas possibilidades e objetivos no game aliado a um visual cartoon, com muitas cores e uma premissa de se joga-lo com outros amigos e criar novas amizades de forma online.

“Nós queríamos algo que as pessoas nunca tinham feito. E quem não ama piratas? Então pensamos no que as pessoas gostam de fazer e qual é a paixão delas. Outra grande vontade da Rare é levar diversão aos jogos e, enquanto pirata, você pode começar uma tripulação com novos amigos e viajarem pelo mundo de forma livre. Os piratas podem sair, criar grupos e alianças. Os jogadores podem ser os piratas que querem ser e basicamente conseguir alcançar o que quiser. Nós queríamos fazer a comunidade feliz e ter certeza que as pessoas iriam se unir para jogar e criarem amizades no game.” — Jason Cross, produtor assistente de Sea of Thieves

Sea of Thieves
Divulgação

Com tanto a se fazer no game, os jogadores podem se divertir enquanto alcançam seus objetivos, utilizando da comunicação para interagir e definir se vão explorar, procurar um tesouro ou simplesmente brincar com outras pessoas. Quando perguntado sobre o que era mais engraçado no game, Cross riu e citou os piratas que passam mal depois de beberem muito.

“Mais recente, eu tenho me divertido bastante em ver os piratas passarem mal depois de beberem muito, porque você pode vomitar em um balde e arremessar esse balde em outros jogadores. É muito engraçado! Quando vimos isso nós pensamos: o que estamos fazendo?” — Jason Cross, produtor assistente de Sea of Thieves

Embora o termo “mundo aberto” seja bastante explicativo ao se tratar de Sea of Thieves, o produtor é enfático ao falar que ele e sua equipe gostam de citar o game como um “grande mundo compatilhado”, já que as possibilidades sobre o que fazer são muitas e você poderá alcançar esses objetivos ao se relacionar e se juntar com outros piratas.

“É um mundo compartilhado onde você pode se encontrar com outros navios, explorar, procurar tesouros outros navios ou simplesmente velejar pelo oceano com outros jogadores no mesmo navio.” — Jason Cross, produtor assistente de Sea of Thieves

Sea of Thieves
Divulgação

Para os fãs, Cross fala sobre a importância de jogar o game para se divertir sem se preocupar já que o objetivo dele e de sua equipe é fazer os jogadores se tornarem os piratas que querem ser, seja buscando tesouros, velejando pelo mar ou atacando navios de outros piratas.

“O objetivo principal do game é se divertir, é fazer o que você quiser fazer, não queremos te segurar e fazer você jogar o nosso game. Queremos que você jogue e nos diga o que você gosta de fazer nele e como joga. Se você quiser ser o melhor caçador de tesouro do mundo, nós vamos te dar todo suporte para que você alcance esse objetivo. O jogo é sobre fazer amizade, é algo que amamos, é para juntar as pessoas e construir amizades. Você pode aumentar a sua tripulação com mais piratas no seu navio para incentivar que as jogadores se divirtam uns com os outros de forma online e divertida.” — Jason Cross, produtor assistente de Sea of Thieves

Esse é o meu jogo!

Um comentário sobre “‘É um mundo compartilhado onde você pode ser o pirata que quiser’ diz produtor de Sea of Thieves

O que você achou?